29 de março de 2012

"Quem faz casa na praça..."

A huns, e outros perdoara eu, se delles viramos obras, e que se meta a pintor quem nunca poz a mão em pincel; que brazone de Escultor quem nunca abrio com buril, nem metal, nem pedra, finalmente, que se queira inculcar perito em officio que não aprendeu, he manifestar a impericia; obras são a pedra de toque do saber; campo esteril, e dezerto não tem voto em novidades, e frutos da terra; não obrar nada, e querer criticar em tudo o que se obra, he entrar na batalha, e escapar a seu salvo. Appareção as obras dos Criticos, também para elles haverá Zoykos, e Aristarcos. Quem faz casa na praça, huns dizem que he alta, outros que he baixa. 

Padre Rafael Bluteau, 1728

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.