18 de abril de 2011

1911: a igreja liberta-se!


Mesmo apesar da bancarrota do país e do Estado dos últimos 100 anos ser o pior da História deste país, como bem resume o Prof. Álvaro Santos Pereira, continua a  inaugurar-se exposições e a laudar o regime centenário.
Agora é a altura para relembrar como a República Portuguesa "libertou" a Igreja Católica dos seus bens. A Igreja Católica tem participado nestas comemorações e sente-se libertada (com a benção da Concordata de 1940, claro). Aqui está a Lei da Separação para ler e reler e perceber como foi esse momento  tão aguardado do corte das grilhetas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.