14 de março de 2011

Apontamentos de mercearia.

Faço um circuito pelo centro, dito histórico, da cidade do Porto, em busca da velha retrosaria na rua dos Caldeireiros e do encadernador da Vitória, à ilharga da rua de São Miguel. Ambos encerrados, provavelmente vergados pela ausência de clientela. Qualquer dia só temos lojas para venda de artigos académicos. Sobra em togas, neste país, o que falta em sovelas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.