15 de outubro de 2010

O voto branco.

No facebook um movimento apela ao voto em branco.
Eu entendo a pertinência do protesto, mas antes de considerar a importância de votar, ou não, em branco, devemos pensar na função do voto em si. Muita gente pensa que democracia é ter direito ao voto e o seu exercício . Depois deste acto volta para casa e delega nos políticos a gestão da democracia. Efectivamente os políticos são óptimos gestores, sobretudo dos seus interesses e dos interesses partidários. Ora, para mim isto não é democracia. É uma partidocracia.
Votar é importante, mas o mais importante é exercer a cidadania. É fazer o que podemos fazer por nós e não esperar que os políticos o façam. Como tal, para além de advogar uma democracia cada vez menos controlada por partidos políticos (da extrema esquerda à extrema direita) devemos começar por pensar em formas de formas de reduzir os clientelismos partidários, como por exemplo, mais movimentos cívicos, mas responsabilização individual e menos interferência ideológica na nossa vida. Este sim, é, quanto a mim, o caminho para uma verdadeira democracia. O voto em branco apenas estimulará o desânimo e baixará o número de contagens. Mas eles, os políticos, continuarão a ser eleitos. E nós continuaremos a alimentar situações como esta.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.