1 de outubro de 2010

Let us die young or let us live forever*

Acabo de assistir a uma pequena reportagem sobre a solidão, o abandono e a velhice em Portugal. Mães, pais, avós deixados, como lixo, em camas e corredores dos hospitais. Perguntam-me porque não acredito na Humanidade... é por situações como estas. O homem deixou de acreditar em si. Hoje só acredita em ícones voláteis, ideais vazias e nos direitos dos animais, causas que suplantam todas as outras. O homem é o lobo de si mesmo. Felizmente que acabará depressa.

1 comentário:

  1. É tão perigoso generalizar...o ser humano é tão complexo..faz estas coisas, é certo, mas também faz coisas belíssimas como a 9ª Sinfonia ou pinta a Capela Sistina...

    ResponderEliminar

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.