15 de setembro de 2010

Na boca de Alçada, a esperança morreu.


O comunicado de Isabel Alçada ao país é a súmula dos últimos 30 anos de experiências pedagógicas e da dança de cadeiras dos políticos e tecnocratas da educação. É bambochata. É ridículo. E trágico. Lembra a estrofe de António Nobre: "Amigos, Que desgraça nascer em Portugal.".

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.