10 de junho de 2010

Viva o 10 de Junho?


Eu gosto de gostar de Portugal pelo que tem de bom e não que, num dia só, me lembrem de tudo o que tem de mau...

2 comentários:

  1. Sabes, eu gosto do que tem de bom e de mau. Gostar incondicionalmente é assim mesmo. Somos um povo como somos, com defeitos e qualidades. Mas é o nosso, faz parte de nós (ou nós dele geneticamente) e esse gostar não se racionaliza, nem se explica, gosta-se simplesmente. (é o meu entender).

    ResponderEliminar
  2. Claro que sim, tens toda a razão e foi o que eu disse. Obviamente que gosto do que tem de mau. Aliás, todos os povos têm coisas boas e más, sendo que uma das más é lembrarmo-nos demasiado disso. Não gosto particularmente do 10 de Junho, com todo o respeito que tenho por Camões, por me lembrar que antigamente este foi o dia da Raça. Devemos comemorar o nosso país, em nós, todos os dias e não acreditar que somos melhores apenas uma vez por ano. Falta força anímica aos portugueses. É preciso cultivá-la todos os dias.

    ResponderEliminar

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.