24 de março de 2010

Notas

Começa a haver mais páginas de romances históricos, do que histórias para contar.

2 comentários:

  1. Não concordo...se as histórias forem bem contadas, vale sempre a pena produzir esse genero literário para serem dadas a conhecer. É uma boa forma de fazer interessar as pessoas pela História. Falando por mim, e sendo leiga em História, já aprendi imenso com bons romances históricos.

    ResponderEliminar
  2. Nuno essa é uma verdade por outro lado revela que "os romances" da política dos conformados ou reformados com os sentimentos, mais despertos para os sentidos, talvez já não encontrem solidez na aceitação das consciências
    a ponto de pretenderem por aí imitar YOURCENAR!! que não atentem.

    ResponderEliminar

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.