20 de fevereiro de 2008

Memento. Nunca é de mais recordar.















Eis ossos carcomidos, cinzas frias
em que passam da vida os breves dias
Mortal, se quanto vês não te abala,
ouve a tremenda voz que assim te fala
- lembra-te homem, que és pó e que d'esta arte
em pó, ou cedo ou tarde, hás-de tornar-te.


À entrada do cemitério da Lapa, na cidade do Porto.

2 comentários:

  1. Temos de organizar uma excursão à terra das tapas, está dito!

    Abraço meu Amigo

    ResponderEliminar
  2. Hola Nuno q tal, ya q t vá de tapas pues t escribo en el barbaro lenguage de nuestros hermanos. Dime, te gustó el simbolo de mi espacio?? gracias por tu alago, la verdad es q a mí me encanta!!

    a ver cuando vienes a conocer con tus ojos mi espacio!! quizas t quede en camino para tu excursion de tapas!!

    hasta lueguito

    ResponderEliminar

A Democracia exige Responsabilidade individual. Nicks, anónimos ou mensagens insultuosas demonstram faltam de auto-estima, comportamentos associais e incapacidade de lidar com a opinião alheia e, como tal, não serão publicados.